Dicas úteis para você que quer comprar piscina para crianças

Encontre aqui os modelos de piscina para crianças, aprendendo também a não errar na escolha.

Preste atenção às dicas que selecionamos para você!

piscina-criança

Para uma criança, a piscina é um dos locais mais divertidos. O contato com a água é muito saudável e até recomendado por pediatras e outros especialistas. Trabalha a coordenação motora da criança, estimula o convívio social, facilita o surgimento de novas amizades e relaxa a mente, já que, apesar da idade, os pequenos muitas vezes ficam estressados em função da rotina de lições e provas da escola.

Aqui, existem três possíveis cenários, sendo que você possivelmente está inserido em um deles.

  • O primeiro é aquele em que a família pretende comprar ou alugar um apartamento em um condomínio com piscina. O erro de muitas pessoas é concluir o negócio antes de analisar a piscina para crianças.

O que pode acontecer é que a piscina para crianças não é ideal para elas, porque apresenta problemas de segurança, como profundidade alta, falta de escada para sair da piscina e ausência de iluminação à noite.

Nesse caso, pode ser que demore muito tempo até que as melhorias sejam efetuadas pelo condomínio, sendo as crianças prejudicadas. Então, se você planeja investir em um condomínio com piscina para crianças, primeiro analise se ela está em condições de ser usada.

  • O segundo cenário é aquele em que a família mora em um terreno pequeno e quer comprar uma piscina para crianças, mas do tipo inflável.

Nesse caso, a recomendação é sempre levar em conta o tamanho da piscina e o tamanho das crianças. Muitas pessoas acham que por ser rasa a piscina para crianças inflável não oferece perigo.

Vale lembrar, no entanto, que de acordo com a ONG Safe Kids, ou Criança Segura, apenas dois dedos de água em um balde já são suficientes para que uma criança se afogue.

Por isso, é sempre importante que você esteja por perto e atento, sempre que as crianças forem brincar na piscina inflável.

Outra atenção que você deve ter nesse tipo de piscina para crianças é em relação ao local onde você a colocará.

Muitas pessoas se empolgam e já enchem logo a piscina para crianças, sem se atentar – no entanto – ao local onde estão fazendo isso.

São muitos os casos em que a diversão da piscina para crianças acabou porque um galho ou pedaço do tijolo que estava no chão rasgou o plástico da piscina, fazendo a água vazar.

  • O terceiro e último caso é o da família que mora em um terreno grande e quer construir uma piscina para crianças.

Nesse caso, você precisa ter em mente alguns fatores:

  1. A piscina não pode ser muito funda. A indicação é que você faça um esquema de profundidade crescente, ou seja, do raso para o fundo. Assim, crianças de todas as idades podem se divertir.
  2. Não instale trampolim. Ele causa mais acidentes do que diversão.
  3. Deixe sempre bóias ao redor da borda da piscina para crianças. Dessa forma, se elas ficarem cansadas e estiverem longe da escada, podem se apoiar para sair sem dificuldades.
  4. Fique sempre por perto.

Com essas dicas, a piscina para crianças será uma diversão o dia todo.

Encontre aqui os modelos de piscina para crianças,
aprendendo também a não
errar na escolha, a partir das dicas que selecionam
os para você.
Para uma criança, a piscina é um dos locais mais di
vertidos. O contato com a
água é muito saudável e recomendado por pediatras e
outros especialistas,
porque trabalha a coordenação motora da criança, es
timula o convívio social,
facilita o surgimento de novas amizades e relaxa a
mente, já que – apesar da
idade – os pequenos muitas vezes ficam estressados
em função da rotina de
lições e provas da escola.
Aqui, existem três possíveis cenários, sendo que vo
cê possivelmente está
inserido em um deles.
O primeiro é aquele em que a família pretende compr
ar ou alugar um
apartamento em um condomínio com piscina. O erro de
muitas pessoas é
concluir o negócio antes de analisar a piscina para
crianças.
O que pode acontecer é que a piscina para crianças
não é ideal para elas,
porque apresenta problemas de segurança, como profu
ndidade alta, falta de
escada para sair da piscina e ausência de iluminaçã
o à noite.
Nesse caso, pode ser que demore muito tempo até que
as melhorias sejam
efetuadas pelo condomínio, sendo as crianças prejud
icadas. Então, se você
planeja investir em um condomínio com piscina para
crianças, primeiro analise
se ela está em condições de ser usada.
O segundo cenário é aquele em que a família mora em
um terreno pequeno e
quer comprar uma piscina para crianças, mas do tipo
inflável.
Nesse caso, a recomendação é sempre levar em conta
o tamanho da piscina e
o tamanho das crianças. Muitas pessoas acham que po
r ser rasa a piscina
para crianças inflável não oferece perigo.
Vale lembrar, no entanto, que – de acordo com a ONG
Safe Kids, ou Criança
Segura, apenas dois dedos de água em um balde já sã
o suficientes para que
uma criança se afogue.
Por isso, é sempre importante que você esteja por p
erto e atento, sempre que
as crianças forem brincar na piscina inflável.
Outra atenção que você deve ter nesse tipo de pisci
na para crianças é em
relação ao local onde você a colocará.

Muitas pessoas se empolgam e já enchem logo a pisci
na para crianças, sem se
atentar – no entanto – ao local onde estão fazendo
isso.
São muitos os casos em que a diversão da piscina pa
ra crianças acabou
porque um galho ou pedaço do tijolo que estava no c
hão rasgou o plástico da
piscina, fazendo a água vazar.
O terceiro e último caso é o da família que mora em
um terreno grande e quer
construir uma piscina para crianças.
Nesse caso, você precisa ter em mente alguns fatore
s:
1. A piscina não pode ser muito funda. A indicação
é que você faça um
esquema de profundidade crescente, ou seja, do raso
para o fundo. Assim,
crianças de todas as idades podem se divertir.
2. Não instale trampolim. Ele causa mais acidentes
do que diversão.
3. Deixe sempre bóias ao redor da borda da piscina
para crianças. Dessa
forma, se elas ficarem cansadas e estiverem longe d
a escada, podem se
apoiar para sair sem dificuldades.
4. Fique sempre por perto.
Com essas dicas, a piscina para crianças será uma d
iversão o dia todo.

Medidas de piscinas

Como encontrar a medida ideal para a sua piscina? Não é difícil. Leia a seguir o material que separamos para você e aprenda a planejar o seu espaço, combinando funcionalidade e estética.

Uma piscina pequena normalmente mede cinco metros de largura, por dois metros e meio de comprimento, sendo a profundidade de um metro e quarenta.

No entanto, existem modelos maiores, com seis, sete, oito ou até nove metros de largura. Vale lembrar que quanto maior o tamanho da piscina, mais funda ela pode ser.

No entanto, muitas pessoas se sentem completamente perdidas na hora de escolher uma piscina. Separamos a seguir algumas dicas, para que você escolha as medidas de piscina ideais.

 

piscina-linear-vinil

 

1. Comece escolhendo o formato

• Redondo, oval, quadrado ou irregular

Cada um desses modelos possui vantagens e desvantagens. Piscinas redondas ocupam menos espaço e deixam maior área livre nas bordas, sendo ideal para quem pensa fazer um outro local de diversão e confraternização por perto, como uma churrasqueira.

Piscinas ovais são muito charmosas e oferecem mais espaço do que as piscinas redondas. Como a área da borda é maior, você pode investir em um acabamento mais sofisticado, agregando valor ao projeto.

Já as piscinas quadradas oferecem o maior espaço interno. Elas são ideais para quem gosta de nadar ou dar festas grandes, já que dentro de uma piscina quadrada cabem muitas pessoas.

A última medida para piscina é a do modelo irregular. Ela é menos funcional do que as demais, mas muito bonita, já que ganha destaque pelas formas arredondadas, que permitem a você trabalhar o paisagismo ao redor da água.

 

2. Analise a sua necessidade

• Lazer/diversão ou condicionamento físico/esportes

Se você busca apenas se divertir, todos os modelos servem. No entanto, se essa diversão envolve um grande número de pessoas (festas da família ou de amigos), a dica é escolher o modelo oval em primeiro lugar, já que nele não há quinas, reduzindo assim a possibilidade de acidentes.

A segunda opção é o modelo quadrado. As medidas para piscina costumam ser 3,5×2, 5×3 ou 7×4.

Agora, se você é uma pessoa que gosta de se exercitar, não abra mão da piscina quadrada. Nela, há maior espaço para você fazer seu treino e você não acabará desmotivado.

 

3. Pense em quem vai usar a piscina

• Análise da profundidade ideal

Por último, agora que você já sabe o formato ideal, e também as medidas ideais para piscinas, é hora de pensar na profundidade.

Esse fator é essencial para garantir a segurança de todas as pessoas que usam a piscina.

Se muitas crianças irão entrar na água, a dica é fazer uma piscina para elas, e outra para os adultos.

Caso isso não seja possível, a piscina única deverá ter no máximo 1,40m de profundidade. O ideal é que a profundidade vá crescendo aos poucos.

Agora, se apenas adultos forem usar a piscina, é preciso saber se eles sabem ou não nadar. Nesse caso, a profundidade pode variar de 1,40m até dois metros ou mais.

Com essas medidas de piscinas seu projeto será um sucesso.

Piscinas de azulejo

Encontre aqui as soluções que as piscinas de azulejo oferecem, quando falamos de adaptação ao projeto e durabilidade.

Apesar das piscinas de azulejo perderem espaço recentemente para as novas modalidades que estão surgindo, como as piscinas de fibra de vidro e as piscinas de vinil, ainda assim elas conseguem defender um bom espaço no mercado.

Essa diminuição da popularização das piscinas de azulejo se deve às desvantagens, que afastam muitas pessoas.

 

piscina-azulejo

 

Normalmente, os problemas são:

1. Demora na execução do projeto

A instalação de uma piscina de azulejo é demorada porque usa bastante mão de obra, desde a etapa da retirada a terra até a instalação dos azulejos, um por um.

Muitas pessoas não dispõem de tanto tempo para acompanhar a obra, então acabam optando por um modelo mais simples e prático.

2. Dificuldade de manutenção

Toda piscina exige uma manutenção constante e sistemática, que emprega técnicas, equipamentos e produtos específicos.

Com a piscina de azulejo, no entanto, a manutenção é um pouco mais difícil. Por exemplo: você precisa usar uma escova de aço para fazer a limpeza, porque só assim conseguirá remover a sujeira que fica entre os rejuntes dos azulejos.

Você deve usar apenas cloro na piscina de azulejo, e jamais algicidas a base de cobre. Esse produto causa manchas permanentes nos azulejos.

Além disso, você precisa ficar de olho nos azulejos, porque eles podem rachar ou quebrar, o que pode causar acidentes.

Outro problema decorrente desse fato é que o azulejo que precisará ser reposto pode estar fora de fabricação, e assim será difícil manter o padrão.

3. Vazamentos

Há um risco grande de acontecer um vazamento, porque as etapas de construção da piscina de azulejo dependem de um trabalho de mão de obra bem feito.

Caso tenha acontecido qualquer problema em uma das etapas, o vazamento ocorrerá.

O problema é que só é possível detectá-lo com a piscina cheia, ou seja, depois que a obra for concluída.

 

Mas nem tudo são problemas. As piscinas de azulejo também oferecem vantagens únicas. Confira a seguir:

 

1. Exclusividade

Como as piscinas de azulejo são construídas manualmente, e não em fábrica, como acontece com as piscinas de fibra de vidro, você contará com um projeto exclusivo em sua casa.

Isso significa que ninguém no mundo possuirá uma piscina igual a sua. Além disso, a capacidade de acrescentar acessórios faz com que o projeto fique do jeito que você sonhou.

Você pode escolher desde o tipo da borda da piscina até o número de degraus que ela terá, para facilitar a entrada e saída da água.

Por último, o segundo benefício:

2. Durabilidade

Se você contratou uma boa empresa para instalar a sua piscina de azulejo, e se você faz a manutenção regularmente, então sua piscina durará muito, muito tempo.

Ou seja: se em um primeiro momento as piscinas de fibra são mais baratas, a longo prazo elas não acabam compensando, porque oferecem problemas que só podem ser solucionados com a troca da própria piscina.

 

Em resumo: apesar de alguns problemas, o custo-benefício das piscinas de azulejo é incomparável.

Agora a escolha é com você.

Dicas infalivéis para deixar a água da piscina azul

Como deixar a água da sua piscina bem azul? Descubra aqui. Separamos dicas essenciais para você, que quer tratar bem da qualidade da sua piscina.

Já é algo instintivo para o ser humano: quanto mais cristalina é a cor da água, mais pura ela é.

Esse pensamento ajudou o homem a sobreviver em épocas muitos difíceis e remotas. E é por isso que hoje, ao vermos uma piscina com água clara e azul, temos vontade de pular nela.

Antes de tudo, uma pequena lição de física. Por que a água das piscinas é azul? Você pode arriscar e dizer que a água é azul nas piscinas porque reflete o céu.

Tudo bem, essa resposta até seria certa, mas como você explicaria então o fato da água ser azul nas piscinas que ficam dentro de áreas internas, onde o teto é muitas vezes branco ou cinza?

A água de uma piscina é azul, portanto, devido ao comportamento das moléculas de água na presença da luz.

Você já deve ter visto, pelo menos uma vez na vida, um arco-íris no céu. Esse fenômeno é formado porque o raio de luz do sol é dividido em sete cores quando passa pelas gotas de água que ficaram na atmosfera.

Ou seja: a água é capaz de refletir inúmeras cores. Mas por que ela reflete o azul nas piscinas?

Novamente a física explica: todas as cores são absorvidas pela água, mas em diferentes escalas. As cores quentes (vermelho, amarelo, alaranjado) são absorvidas muito bem, ao passo que as cores próximas do azul não.

Ou seja: cores que não são absorvidas são refletidas. E é por isso que a água nas piscinas é azul.

Agora que você já sabe, de acordo com a física, o que torna a água de uma piscina azul, é hora de você contar com a química para deixar a tonalidade da sua piscina impecável.

 

limpar-piscina

 

  • É importante que você faça sempre a manutenção e limpeza da piscina. Caso contrário, ela acumulará algas e limo, o que fará a cor da água ficar próximo de um verde escuro.
  • Também é muito importante você regular com frequência o PH da água, que ajuda a evitar vários problemas.
  • Por último, um fator muito importante que ajuda a deixar a água azul é o uso do cloro, que os tratadores de piscina usam para fazer a desinfecção da água.
  • No entanto, atenção: existem várias técnicas e medidas para fazer o tratamento com cloro na água. Informe-se bem e procure um especialista para ajudar você, caso seja um leigo.

 

Use essas dicas, da física e da química, e você verá como sua piscina refletirá uma bonita cor azul, daquelas irresistíveis para um mergulho em um dia quente de verão.

Além disso, sua piscina azul ficará muito mais bonita em fotos, mostrando que você não é apenas um banhista leigo no assunto.

Por último, um conselho: muitas pessoas recomendam esvaziar totalmente a piscina, quando a tonalidade da água fica escura. Na maior parte dos casos, isso não é necessário. Basta apenas fazer uma boa limpeza do fundo e aplicar os produtos químicos corretamente para a água voltar a ser azul.

Até a próxima!

A beleza das piscinas com azulejo!

Leia aqui sobre as principais vantagens das piscinas com azulejo. Saiba se elas duram bastante, quanto tempo demoram para ficar prontas e se a manutenção é cara.

Esses três fatores são fundamentais na hora de escolher uma piscina. Entendendo o histórico das piscinas você também poderá descobrir qual o melhor tipo para você.

 

piscinas

 

As piscinas se popularizaram em Roma, mas estavam longe de ser como são hoje. Na verdade, elas eram bastante parecidas com as jacuzzi, só que em um tamanho levemente maior.

Além disso, eram sinal de luxo e poder, já que somente os ricos podiam desfrutar desse conforto.

Ao longo do tempo, as piscinas passaram por muitas transformações, mas mesmo assim permaneceram como prova de riqueza, já que costumavam ser bem caras.

O alto custo estava ligado ao trabalho para fazer a piscina e aos materiais necessários. A partir desse cenário, algumas empresas lançaram a inovadora piscina de fibra de vidro, que tornou acessível a muitas pessoas esse espaço de lazer.

Mas hoje iremos falar sobre a primeira opção, que também é conhecida como piscina de azulejo.

Uma piscina de azulejo é construída da seguinte maneira: é feita a escavação, para retirar toda a terra que ocuparia o espaço da piscina.

A seguir, é colocada uma camada de areia e começa a ser feito o nivelamento. Depois disso, vem o trabalho difícil: fazer toda a base e as laterais de concreto.

Ou seja: uma piscina de azulejo é na verdade uma grande caixa de concreto sem tampa.

O revestimento de azulejo ajuda a deixá-la funcional e bonita. No entanto, os azulejos precisam ser instalados um a um, processo que encarece a mão de obra.

Agora que já falamos das dificuldades, está na hora de ressaltar as vantagens da piscina de azulejo. As principais são:

1. O projeto se adapta a sua necessidade

Ao contrário das piscinas de fibra, que já saem de fábrica com formatos pré-definidos, as piscinas de azulejo, por serem construídas, podem ser feitas em qualquer tamanho.

Isso significa que você pode ousar e inovar nas medidas, fazendo desde uma piscina estreita, com dois metros de largura e cem metros de comprimento, caso seja um nadador, ou uma piscina gigantesca, com mais de 15 metros, caso você seja dono de um clube.

O limite, na maior parte dos casos, é a sua imaginação.

 

2. Colocação da piscina em ambientes internos

Já imaginou passar uma piscina de fibra, com seis metros de largura, pela porta da sua casa ou até pela sua garagem? Impossível, não?

Essa é a vantagem das piscinas de azulejo. Por serem construídas, você não precisa derrubar paredes ou desmontar o telhado para fazer a instalação dentro da sua casa.

Basta apenas contratar uma mão de obra qualificada e experiente, que dentro de algumas semanas você poderá usufruir do conforto da sua piscina, dentro da sua casa.

 

Em resumo: as piscinas de azulejo são mais caras do que as piscinas de fibra de vidro. Em contrapartida, elas oferecem maior durabilidade e capacidade de adaptação ao projeto que você tem em mente.

Bom mergulho!