Qual a diferença entre o Cloro e o ozónio para piscinas limpeza de piscinas

Qual é a diferença entre as duas tecnologias?

O cloro é uma substância química complexa feita pelo homem, que teve o seu primeiro uso no famoso”gás mostarda” da Primeira Guerra Mundial. O ozónio tem sido usado durante mais de 100 anos, principalmente na Europa e, foi primeiramente usado para a purificação de água, controle de odores e em hospitais (ainda é usado clinicamente, hoje em dia).

O ozónio é feito de oxigénio ou O2, que é convertido por meio da electricidade em Ozónio ou O3. O ozónio é um oxidante muito mais poderoso do que o cloro. No entanto, a vida de “prateleira” do ozónio é limitada. O ozónio é considerado um desinfectante de”curto prazo” e o cloro é considerado um desinfectante de”longo prazo”. O cloro é também uma tecnologia entrincheirada. Tem sido amplamente utilizado e, continua como campeão de desinfecção e, tem muitos adeptos na indústria química e indústrias de natação e piscinas.
No entanto, como vimos nesta série, existem vários problemas associados ao cloro e, existem alternativas viáveis.
Como verificado, existem pesquisadores credíveis que afirmam que o cloro tem algumas consequências muito graves para a saúde, quando utilizado como desinfectante em piscinas. A pergunta óbvia é, por que é que a indústria das piscinas não adopta tecnologias alternativas numa base mais ampla do sector? Afinal a tecnologia de ozónio, para piscinas está em uso regular há mais de 50 anos, em países como a Alemanha, França e outros países europeus.
Vamos examinar algumas dessas questões. Para a água de beber ou de piscinas, a estratégia europeia é a utilização do ozónio para reduzir a carga orgânica na água. Quando o cloro é necessário para a desinfecção a longo prazo (como a distribuição de água através de um sistema municipal de distribuição de água), eles usam uma pequena quantidade de cloro, reduzindo assim o risco das pessoas que bebam a água.
É a matéria orgânica que pode causar problemas quando combinada com o cloro. Ao reduzir a carga orgânica, os europeus mantêm as cloraminas (as substâncias causadoras de câncer) a um nível muito baixo. O mesmo processo prevalece nos sistemas das piscinas europeias. Nas normas DIN alemãs, por exemplo, a estratégia é usar uma grande piscina de impulso “que o público não vê, para aplicar ozónio ou produtos químicos de desinfecção. Os subprodutos de desinfecção são então removidos por diversos processos de filtração antes de, a água ser devolvida para a piscina com uma pequena dose de cloro. Nestas normas, a água da piscina é essencialmente tratada de acordo com as normas da água para beber.
O modelo norte-americano desenvolveu-se sob circunstâncias muito diferentes das dos europeus. Na América do Norte, os produtos químicos foram adoptados plenamente por volta da mudança do século, como resposta aos modelos europeus de tratamento de água, que são maiores e mais caros. Aqui os engenheiros descobriram que podiam construir sistemas de tratamento de água e piscinas, a custos muito reduzidos se utilizassem o que era então considerado ‘químicos milagrosos’ para tratar a água. Os sistemas faziam o que tinham sido concebidos para fazer, que era ‘matar microrganismos’ que podem levar à doença e à morte. O que eles não previram foi que os produtos químicos como o cloro teriam subprodutos que se tornam muito perigosos para a saúde.
Estes novos sistemas estão agora a aparecer no mercado em número cada vez maior. A tecnologia está-se a tornar muito confiável. O ozónio começar a ganhar uma posição no tratamento de água para piscinas, também na América do Norte. Grandes cidades Norte Americanas, como Los Angeles, Dallas, Montreal e Canadá instalaram grandes sistemas de ozónio para tratamento de água. Alguns dos principais operadores de piscinas na América do Norte, incluindo o parque aquático da Disney usam a tecnologia de Ozónio. Há medida que os líderes da tecnologia continuam a procurar alternativas ao cloro, a aceitação da tecnologia é mais favorável.
Outros sinais encorajadores incluem a cidade de Fairhope, AL, que se tem destacado com a implementação de uma piscina olímpica que é explorada como ozónio, apenas com assistência química ligeira. Muitos consumidores também solicitam sistemas de ozónio para a piscina no seu quintal. O regulamento para as piscinas não obriga a usar cloro ou outros produtos químicos e muitos proprietários optam por sistemas de Ozónio.
Estes apercebem-se que deixam de ter os olhos vermelhos, erupções cutâneas e outras consequências na saúde devido a piscinas tratadas com cloro.
O ozónio é uma coisa boa. Gasta-se menos tempo na manutenção da piscina e, a piscina está mais limpa e, com água mais atraente. No futuro, esperamos que os preços de ozónio desçam e, á medida que os consumidores tomam conhecimento, a demanda por sistemas de ozónio vai certamente aumentar.

Como as pessoas estão a chegar aqui:

  • limpeza de piscina com ozonio
  • limpeza com ozonio
  • piscina com cloro e com ozonio diferenca
  • qual a diferença de tratamento da agua da piscina ozonio ou cloro?


Na Categoria Piscinas Fibra

Com as Etiquetas

3 Comentários até ao momento.

  1. Cristiano diz:

    Não existe só Ozónio e cloro, não podemos esquecer que temos mais tratamentos diferentes para tratar a água, desde a electrolise do sal que produz hipoclorito, a esterilização por UV, Ionização, Bromo, Oxigéneo, PHMB, hipoclorito entre outros menos conhecidos.

  2. henrique diz:

    gostaria de saber qual a porcentagem de cloro eu preciso colocar em uma psicina que tem ozonio

  3. João Bosco diz:

    Em sua residência não há necessidade de usar cloro quando o tratamento é apenas ozônio, Já em clubes e academias, o governo exige que se utilize 1/3 do cloro utilizado nas piscinas com tratamento unicamente de cloro. Uma exigência sem justificativa cientifica. A piscina com ozônio necessita ser decantada aproximadamente de três em três meses, a com cloro, semanalmente. Resumindo, o cloro perto do ozônio é lixo.
    Com cloro caso utilize água do poço, fatalmente você terá azulejos com manchas de ferrugem proveniente do ferro, com ozônio o ferro será simplesmente aniquilado.

Deixe o seu comentário


CommentLuv badge