Piscinas ecológicas

piscina natural 2

Ainda em franca expansão, as piscinas ecológicas são fundamentais para quem se preocupa com o ambiente e com a exposição a produtos químicos.

As piscinas ecológicas baseiam-se na capacidade de filtragem de plantas e filtros de areia. São piscinas que lembram lagos rodeados de plantas que antigamente se utilizavam para os banhos nas épocas mais quentes de todos os anos.

Hoje em dia são os arquitetos ecológicos que apostam numa forma de vida mais natural, apostando cada vez mais nestas estruturas de piscinas ecológicas.
Apesar de em número ainda muito reduzido comparando com outros países europeus, Portugal tem vindo a ganhar adeptos em piscinas ecológicas. Existem muitos tipos, todas elas com base no princípio de que são as plantas aquáticas a acelerar o crescimento de microorganismos destruidores das bactérias, mantendo as piscinas ecológicas limpas e, assim, a cumprir rígidos critérios de qualidade da água.

Nas piscinas ecológicas a luz solar aquece a água na chamada “zona de regeneração”, e essa água filtra-se gradualmente na zona de utilização. Todo este processo se baseia nos princípios de regeneração em que a água possui um curso natural onde se pode encontrar quedas de água e plantas ribeirinhas filtradoras.

Um outro benefício das piscinas ecológicas é que estas não usam cloro orgânico para a purificação da água, mas sim as plantas. Além da óbvia vantagem para o ecossistema e para a nossa saúde, há que juntar uma vantagem nada vulgar na Península Ibérica: a necessidade de renovação da água, economizando milhares de litros de água anualmente.

piscina natural4

As piscinas ecológicas acabam por ser lagos artificiais, mas com características de lagoas naturais. A purificação da água é obtida com uma série de plantas e filtros de areia que removem as bactérias da água, mantendo-a limpa e naturalmente sustentável. De lembrar que as piscinas ecológicas são em si próprias um microecossistema, ou seja, são em si uma série de relações entre todos no sistema e essas relações naturais não devem ser alteradas, a fim da manutenção do equilíbrio.
Em qualquer local onde se encontrem, as piscinas ecológicas requerem duas áreas separadas, sendo que uma delas é o local onde as plantas manipulam a depuração. Todas as piscinas ecológicas exigem uma inclinação para que a água se mova, ou seja, que permitam o movimento da água que acelera a regeneração, tal como acontece nos rios.

Nas piscinas ecológicas apenas existe um elemento artificial, a bomba hidráulica, que é essencial e que também se pode tornar sustentável se fôr usado um painel solar.

Caso não acredite, uma vez construídas, as piscinas ecológicas podem levar até dois anos a atingir o equilíbrio completo, mas isso não significa que não possam ser utilizadas.

vida nas piscinas ecológicas

piscina natural

Nas piscinas ecológicas podem ser utilizados três tipos de plantas:
– Flutuantes: para proporcionar sombra de modo a que a água não aqueça demasiado e assim criar algas;
– Entrincheiradas: Têm raízes no chão, mas estão acima da água. Permitem o decompor da matéria morta, transformando-a em alimento;
– Submersas: Também limitam o crescimento de algas.
A inserção de peixes não é recomendada pois as suas fezes poderão alterar o equilíbrio natural da piscina ecológica

Como as pessoas estão a chegar aqui:

  • pixinas eculogicas


Na Categoria Piscinas em Destaque

Com as Etiquetas , , , ,

2 Comentários até ao momento.

  1. Nossa, que lindas Piscinas.

  2. Cklaudia Maria diz:

    Linda piscina! Deve ser difícil fazer uma.

Deixe o seu comentário


CommentLuv badge