Como construir uma piscina

Para quem pretende construir uma piscina, saber como se processa a sua construção é importante.

Existem diferentes tipos de piscina e formas de as construir. Apesar disso, os componentes podem ser divididos de forma a perceber como funcionam: a estrutura, a impermeabilização, o revestimento e a filtragem.

 

Piscinas pré-fabricadas

 

Construir a piscina

Para saber como construir uma piscina, saiba que existem diferentes sistemas estruturais, sendo os mais comuns os de alvenaria estrutural, concreto armado e os pré-moldados (as piscinas de fibra de vidro).

Independentemente do sistema adotado, há que perceber que uma piscina é sempre uma construção. O facto de estar “enterrada” implica que, quando vazia, ela vai ter de suportar a pressão da terra ao seu redor.

De facto, as piscinas construídas são as mais tradicionais. Para construir uma piscina deve começar pela escavação do buraco, que pode ser manual ou com máquinas apropriadas e só depois é que a estrutura é montada, ficando definida consoante o projeto elaborado e as decisões provenientes dos cálculos de engenharia.

No caso das piscinas de fibra, elas já vêm prontas, sendo auto-sustentáveis. São muito utilizadas, pois tendem a ser mais baratas e de rápida execução. Contudo, quem as compra estará mais limitado aos modelos criados pelos fabricantes.

Escavação

Construir uma piscina de fibra também implica escavação e só depois é que se prepara uma base de concreto, onde o tanque vai ser apoiado. A terra que é removida na escavação vai ser usada para preencher os vãos laterais e, depois do tanque ser colocado, estas piscinas ficam rapidamente prontas para usar.

Impermeabilização

Mas há ainda um aspecto muito importante quando se está a construir uma piscina, que é a sua impermeabilização. No caso das piscinas de fibra de vidro, elas vêm já impermeabilizadas. Por seu lado, as construídas não. A impermeabilização será equivalente à de uma laje de cobertura e as formas mais comuns são o uso de uma manta asfáltica ou a pintura impermeabilizante.

Revestimento final

Mas o que nunca se pode deixar para trás ao se construir uma piscina é o revestimento final. É ele que vai proporcionar a longevidade da sua piscina, evitando vazamentos e problemas futuros.

As opções de revestimentos são várias. Para as pré-moldadas, a própria fibra de vidro já vem cumprir essa função, sendo que ela poderá sempre ser revestida com pedras, azulejos, pastilhas cerâmicas, tesselas de vidro, mosaico e muitos mais. Há quase tantos acabamentos quantas as formas de revestir as áreas molhadas de uma casa.

Filtragem

Independentemente do que estiver a escolher, todas elas precisam de um sistema de filtragem. Quanto às dimensões da bomba e do filtro, será de acordo com o volume de água da piscina.

Ao planear construir uma piscina, não se esqueça do sistema construtivo, dos revestimentos e da área em redor. Pense em como ela se vai enquadrar no terreno / espaço e, em especial, com o sol, para que fique o mais ensolarada possível.



Na Categoria Piscinas de Betão Piscinas de Vinil Piscinas Fibra

Com as Etiquetas , ,

Deixe o seu comentário


CommentLuv badge