As piscinas conseguem ser locais perigosos, especialmente se não houver alguém por perto a vigiar quem se encontra na água. E, se estivermos a falar de crianças e jovens, ainda pior. Os tropeções e as quedas podem ser constantes num ambiente tão molhado e escorregadio. É fundamental que sejam estabelecidos vários procedimentos de segurança numa  [ Continuar a Ler ]