3 dicas para escolher Flutuador para piscina

Aprenda aqui como fazer o tratamento da sua piscina usando um flutuador. Você irá descobrir todos os detalhes desse processo, conferindo como acertar a dosagem para cada tipo de piscina, quais os cuidados necessários ao escolher esse produto, qual a duração do tratamento, dentre muitos outros tópicos interessantes.

Conheça 3 dicas para escolher Flutuador para piscina.

 

Flutuador-para-piscina

 

Quando alguém fala em “tratamento para piscina”, logo vem à mente aquela imagem de um homem na borda da piscina, com um grande balde, cheio de cloro em pó.

O cheiro é forte e, além disso, a piscina ficava interditada por algumas horas, para que o tratamento da água não oferecesse risco à saúde de ninguém.

No entanto, com o surgimento dos flutuadores para piscina, esse cenário felizmente mudou.

Em primeiro lugar, é preciso esclarecer o que é um flutuador para piscina. Esse objeto abriga uma pedra de cloro dentro dele, que se desgasta à medida que o flutuador para piscina se movimenta, de acordo com as oscilações da água.

Sempre que a pedra de cloro se desgasta, um pouco desse produto químico é liberado pelos pequenos buracos presentes na parte inferior do flutuador para piscina.

Ou seja: é como se alguém, de minuto em minuto, aplicasse uma dose muito pequena de cloro na piscina, fazendo o tratamento da água de forma gradual, controlada e segura.

O flutuador para piscina é, com certeza, uma opção muito prática para você. Fique atento, apenas, a alguns detalhes e formas corretas de aplicação do cloro.

 

1. Tamanho ideal

Para escolher o flutuador ideal para sua piscina, comece analisando quantos litros de água você precisa tratar.

Existem modelos de flutuadores para piscina que possuem várias posições (tamanhos de abertura dos buracos na parte inferior, para liberação do cloro). Essa opção é prática e simples, porque você precisa de apenas um flutuador para piscina, quando o volume de água não excede setenta mil litros.

Caso queria fazer a compra de acordo com a sua necessidade, evitando esse primeiro modelo, a dica é escolher o flutuador para piscina pelo tamanho.

O flutuador para piscina pequeno serve para locais onde o volume de água varia entre dez a trinta e cinco mil litros. Já o flutuador para piscina grande é capaz de atender um volume de quarenta a setenta mil litros.

 

2. Precauções necessárias

Sempre retire o flutuador para piscina da água, quando você quiser usar a piscina. Nesse caso, você deve deixá-lo em um balde cheio de água, da própria piscina.

Assim você protege a sua saúde e a saúde dos seus familiares e amigos.

Outra importante precaução é não deixar o flutuador para piscina perto da borda de piscinas de vinil ou fibra de vidro. O cloro liberado pelo flutuador para piscina pode causar manchas permanentes.

Isso também acontece quando o volume de água é muito baixo.

 

3. Cuidados extras

Por último, lembre-se de que o flutuador para piscina não faz milagres. Ele é capaz de fazer a liberação do cloro dentro da água, o que ajuda a mantê-la cristalina.

Mas mesmo assim você precisa fazer constantemente o controle do PH, o controle da alcalinidade e o tratamento físico da piscina (aspirar as bordas e fazer a limpeza do fundo).

Só assim você garante um espaço aquático saudável para sua diversão.

Com estas dicas vai ser muito simples escolher Flutuador para piscina.

Como as pessoas estão a chegar aqui:

  • mkt jacaesta com
  • flutuadores de piscinaa


Na Categoria Acessórios de piscinas

Com as Etiquetas , , ,

Deixe o seu comentário


CommentLuv badge